CATEGORIAS: Auxilio Emergencial

Decisão: Auxílio Emergencial será pago para trabalhadores com carteira assinada! Entenda a condição

Anúncio

O Auxílio Emergencial foi criado para amparo financeiro aos autônomos, porque a maioria perdeu principal renda, devido a chegada da pandemia no Brasil.

O que ninguém sabe é que o trabalhador formal com carteira assinada, também poderá ter o direito a receber a nova rodada de pagamentos do auxilio emergencial, desde que esteja em conformidade com as condições estabelecidas.

 

A decisão partiu do Ministério da Cidadania. O órgão explicou que vem registrando muitas queixas de cidadãos empregados e que, todavia, estão sem receber o salário há meses. Com o objetivo de amenizar o problema, eles passam a integrar a lista de possíveis beneficiários daqui em diante.

 

Anúncio

Agora cabe ao Dataprev analisar a situação econômica de cada cidadão individualmente, com base no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Para isso, o Ministério da Cidadania inovou no controle de fiscalização de dados utilizado, sob comando do governo, que consegue identificar a parcela mais vulnerável da população, para quem será depositado o novo Auxílio Emergencial.

 

Como saber se eu vou receber?

O principal requisito é estar sem receber salário há pelo menos três meses. Mas também serão analisadas outras características socioeconômicas, para definir se terá ou não direito ao beneficio. A renda familiar e o per capta.

 

Para saber se vai receber o Auxílio Emergencial 2021, é necessário abrir o site da Dataprev e preencher os campos em branco com o CPF, o nome completo e o nome da mãe.

Os que forem aprovados, vão receber o Auxílio Emergencial em quatro parcelas, pela conta Social da Caixa Econômica Federal, associada ao aplicativo Caixa Tem.

Anúncio

 

Se a o benefício for negado, existe a opção de contestar. Para recorrer o procedimento pode ser feito no mesmo site da Dataprev, no prazo de dez dias após a divulgação.

Quando e quanto será pago?

O pagamento do Auxílio Emergencial 2021 está fixado em quatro parcelas, que devem ser repassadas nos próximos meses, começando agora em abril e terminando em julho de 2021.

Até então, a previsão é de que os trabalhadores formais sem salário possam fazer o saque do dinheiro nas mesmas datas propostas pelo calendário geral, levando em conta o mês de aniversário.

 

Diferente do que aconteceu ano passado, desta a vez não se trata de um valor único. Depende da composição familiar e da renda acumulada entre todos. Confira a seguir quais os critérios adotados para saber quanto você pode receber:

R$ 150 para pessoas que moram sozinhas

R$ 250 para famílias com uma ou mais pessoas

R$ 375 para mulheres chefes de família

Anúncio

RECENTES

BOLSA FAMÍLIA: COMO FUNCIONA E ONDE SE CADASTRAR

Saiba mais sobre o Bolsa Família e como se inscrever no programa. O Bolsa Família…

5 dias atrás

APLICATIVOS PARA VOCÊ RECUPERAR SUAS FOTOS APAGADAS

Se você acidentalmente excluiu uma foto e não sabe como recuperá-la, temos uma boa notícia…

6 dias atrás

Auxílio de R$ 800 do governo do Rio Grande do Sul: Saiba quem tem direito

O governo do Rio Grande do Sul lançou esta semana o edital para um novo…

6 dias atrás

Saiba como transferir dados do WhatsApp do Android para o iPhone

A tecnologia tem mostrado que muitas coisas que pareciam impossíveis, hoje é uma realidade presente.…

1 semana atrás

Banco Central cria Novo recurso para devolver valores no PIX

O Banco Central anunciou a criação de um novo recurso que irá complementar o sistema…

2 semanas atrás

Aprenda como ganhar os tão sonhados diamantes no Free Fire

Atualmente, o Free Fire é um dos games mais populares do mundo todo, até porque…

2 semanas atrás

Utilizamos cookies para personalizar sua experiência em nosso site